ph18
eu nasci e nada fiz
além de abrir caminhos
a vida essa é essa série
de desassossegos
dias cheios de névoa e
plantas carnívoras invisíveis
e tudo o que significa é ir
ir ao encontro do voo
achar no meio da treva
o fragmento de alguma razão
talvez estourar os dias calmos
pescar nuvens lamacentas
e arrancar o azul da voz
é transpassar a cova funda
ser um bárbaro não muito feroz
bravejar junto aos cães de prata
inundar a medula de dúvidas
viver forte feito um corvo corça
beber o sangue da madrugada
nenhum amanhã esperar
mas cantar com os pêssegos
rastejar com os poemas vegetais
é ser um cometa certeiro
e a morte esperar sem temer
feito a bola em direção ao goleiro

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s