O FANTASMA

fantasma
o pássaro que me persegue
é minha mãe
é a explosão violenta que me pariu
o pássaro que me persegue
é negro
e possui os olhos dourados
e possui as penas douradas
o pássaro que me persegue
é a vida
é a morte
é a nuvem-berço da criação
o pássaro que me persegue
é mágico
          morre e renasce
nas batidas do coração
o pássaro que me persegue
dança nos meus cílios
corre nas minhas pernas
penetra nas minhas dobras
o pássaro que me persegue
é verbo
é carne
é luz
é o sangue que transborda
                 do poema
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s